top of page
  • Valéria Amorim

Juros de Obra: Tudo Sobre a Taxa de Evolução da Obra e Quem Deve Pagar

Quando você financia um imóvel na planta, uma das taxas com as quais você vai se deparar é a taxa de evolução da obra, também conhecida como juros de obra. Mas, afinal, o que são esses juros e por que eles são cobrados?


Entenda como funciona a Taxa de Obra

Entendendo a taxa de evolução da obra


A taxa de evolução da obra refere-se aos juros cobrados sobre o valor que já foi liberado pelo banco para a construtora durante a construção do imóvel. Diferente dos juros do financiamento imobiliário que começam a ser cobrados apenas após a entrega das chaves, os juros de obra começam a ser pagos ainda durante a construção.


Por que os juros de obra são cobrados?


Os bancos liberam o valor do financiamento de forma parcelada, conforme a obra avança. A construtora recebe os recursos em etapas e, sobre cada parcela liberada, incidem os juros de obra. Essa cobrança é uma forma de compensação pelo uso antecipado do dinheiro.


Como os juros de obra são calculados?


Os juros de obra são calculados sobre o valor que já foi liberado pelo banco. A taxa utilizada é a mesma do financiamento imobiliário acordada no contrato. Por exemplo, se a obra está 50% concluída e o banco já liberou metade do valor financiado, os juros serão calculados sobre essa metade.


Quem deve pagar os juros de obra?


Os juros de obra são de responsabilidade do comprador do imóvel. Desde o momento da assinatura do contrato de financiamento até a entrega das chaves, o comprador deve arcar com esses juros mensais. É importante ter em mente que, além das parcelas de entrada e de outras taxas, os juros de obra representarão um custo adicional durante o período de construção.


Qual o impacto dos juros de obra no seu bolso?


Durante a construção do imóvel, você pagará mensalmente os juros de obra. Esses valores podem variar bastante, dependendo do andamento da obra e do valor financiado. É essencial considerar esses custos ao planejar seu orçamento, pois eles representam um acréscimo nas despesas mensais até a entrega das chaves.


Como se preparar para os juros de obra?


1. Planeje seu orçamento: Inclua os juros de obra no seu planejamento financeiro. Estime os valores mensais com base no andamento esperado da construção.

2. Acompanhe o cronograma da obra: Fique atento ao cronograma de execução da obra. Atrasos podem prolongar o período de pagamento dos juros.

3. Negocie com a construtora: Verifique a possibilidade de negociar condições mais favoráveis, como uma taxa de evolução da obra menor.


Conclusão


Os juros de obra são uma parte importante do financiamento de um imóvel na planta. Entender como eles funcionam e se preparar financeiramente para eles é fundamental para evitar surpresas e manter seu orçamento em dia. Se você ainda tem dúvidas sobre os juros de obra, consulte seu banco ou um especialista em financiamento imobiliário para obter orientações mais detalhadas.


Espero que este post tenha sido útil para esclarecer suas dúvidas sobre os juros de obra. Continue acompanhando o Blog Meu Imóvel para mais dicas e informações sobre o mercado imobiliário!

Comments


bottom of page